terça-feira, março 31, 2009

LAGÃO

- Sabes, o meu colega lá da escola diz "lagão".

- "Lagão"? O que é que é isso?

- Não é nada. Ele diz mal... Diz-se é "LADRÃO!"

:)

segunda-feira, março 30, 2009

Tem com cada uma...

- Oh mãe, olha lá para a minha mão.

- O que é que tem, Matilde?

- Eu não percebo... Eu até como bem e este meu dedo cresce muito, mas os outros continuam mais pequenos... Acho que tens de me ajudar a comer melhor!

- Oh querida, é mesmo assim. Vê a mão da mãe: os dedos também não são todos do mesmo tamanho!

- Então porquê, mãe? Tu não comes tudo?

:)
Impossível não rir!

sexta-feira, março 20, 2009

Neste 1º post da Primavera 2009


aqui fica uma das minhas recordações de infância...


UMA ÁRVORE É UM AMIGO
QUE DEVEMOS BEM TRATAR
UM AMIGO DE VERDADE
TÃO FIEL COMO A AMIZADE
QUE PODEMOS CULTIVAR

SABES QUE UMA ÁRVORE
É UM POUCO DE BELEZA
QUE PROTEGE A NATUREZA
E PURIFICA O NOSSO AR

DÁ-NOS A MADEIRA
E TANTA COISA QUE FASCINA
A CORTIÇA OU A RESINA
MAIS A FRUTA DO POMAR
OH! VAMOS FAZER UMA FLORESTA
VEM, PLANTAR AMIGAS UMA FESTA
TÃO RICA E MODESTA
VAMOS SEMEAR!

REFRÃO
UMA ÁRVORE, UM AMIGO...
SABES QUE UMA ÁRVORE
É UM BEM DE TODA A GENTE
NÃO ESTRAGUES O AMBIENTE
NÃO LHE SUJES O LUGAR!
VAMOS, VAMOS, VAMOS
DEFENDER A NOSSA VIDA
QUE UMA ÁRVORE ESQUECIDA
PODE ÀS VEZES AJUDAR.
SIM, VAMOS FAZER UMA FLORESTA
VEM, PLANTAR AMIGAS UMA FESTA
TÃO RICA E MODESTA
VAMOS SEMEAR!


REFRÃO
UMA ÁRVORE É UM AMIGO...




Letra de Joel Branco
Música: Carlos Paião

quinta-feira, março 19, 2009

DIA DO PAI

Hoje é dia de Festa do Dia do Pai na escolinha da Matilde: jogos, actividades, lanche feito pelas crianças e entrega de prendas vão fazer parte desta tarde que se espera bem animada! A Matilde sai à mãe e não consegue ficar calada... por isso, à medida que iam preparando as coisas lá na escola, quando chegava a casa contava tudo e depois dizia: "Oh pai, mas tu não podes saber porque é uma surpresa, está bem?" :)

-Matilde, o que queres dar ao pai no Dia do Pai?

- Um brinquedo.

- E que brinquedo?

- Um jogo... igual ao do Gonçalo!

- Qual?

- Aquele que se joga assim com as mãos... Que tem uma bola e muitos bonecos no meio...

- Um jogo de Matraquilhos?

- Sim, de Macaquilhos! Que é para eu jogar com o pai. E depois eu ensino-te também, está bem?


UM BEIJO MUITO ESPECIAL AO MEU PAI!!
ADORO-TE!!!

terça-feira, março 17, 2009

:)

Sempre fui cuidadosa com a alimentação da Matilde. Guloseimas, chocolates, rebuçados, bolos só muito excepcionalmente... Bolicaus e afins nunca comeu... Sumos de pacote só muito recentemente e só mesmo "quando o rei faz anos"

Esta manhã, fomos à pastelaria ao pé da escola da Matilde beber um café...

- Mãe, posso comer um bolinho?

- Não Matilde. Ainda agora tomaste o pequeno-almoço por isso não tens fome, pois não?

- Não. Olha mãe, então fazemos assim: Vamos ao café e pedes um café. Depois eu peço-te um bolo e tu dizes "Não, filha, não pode ser. A mãe ontem já te comprou as bolachinas do Ruca que são muito caras, por isso hoje não tem dinheiro para te comprar um bolo". E eu depois digo "Pronto, mãe, deixa estar... eu depois lancho com os meninos da minha escola!"

Não aguentei e simplesmente me desatei a rir.

Lá fomos ao café e ela acabou por não pedir nada...

quinta-feira, março 12, 2009

Mini-férias

Umas mini-férias que foram mesmo isso: MINI! Mas que souberam muito bem para descansar, para mudar de ares e para a Matilde matar saudades do primo! E foi tão divertido vê-los brincar!!!

- Oh mãe, eu também quero vir morar para a Madeira!
- Então porquê?
- Porque eu gosto tanto do Alexandre!!!

quarta-feira, março 04, 2009

Gabarolices de mãe babada!

Na escola da Matilde, como calculo que seja em todas as escolas, sempre que se faz um desenho as educadoras colocam sempre o nome da criança que o fez para que o mesmo esteja identificado. E em casa a Matilde repetia a mesma coisa: sempre que fazia um desenho, pedia para colocar lá o seu nome. Pois bem, se ela quer que se escreva o nome dela, porque é que não há-de ser ela mesma a escrevê-lo?

Letra a letra, ela lá foi aprendendo: primeiro comigo a segurar-lhe na mão; depois ao ver o cartão que está colado na mesa de actividades com o nome e agora:

- Vá filha, a mãe ajuda. Primeiro é o M; depois o A

- Não mãe, não digas! Eu sei fazer sozinha!

E não é que faz mesmo!
:)